Título Original: The Maze Runner
Autor: James Dashner
Páginas: 426
Ano: 2010
Editora: Vergara & Riba
Gênero: Distopia
AdicioneSkoob
Sinopse:
Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho. Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar – chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo. Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito.

Saga Maze Runner

1. Correr ou Morrer
2. Prova de Fogo 
3. A Cura Mortal 
4. Ordem de Extermínio 
5. Arquivos

Maze Runner : Correr Ou Morrer é o tipo de livro que te atrai logo à primeira vista. Ao ler a sinopse minha curiosidade não pôde ser controlada e em um piscar de olhos eu já estava engolindo o livro vorazmente.
Correr ou Morrer conta a história de Thomas, um garoto de aproximadamente 16 anos, cuja memória foi apagada. Ele acorda dentro de uma caixa (elevador) com destino a uma clareira na companhia de outros garotos. Com somente o seu nome na memória e uma curiosidade sem fim, Thomas tenta descobrir onde está e o que está acontecendo; porém, é mais complicado do que parece.
Já no início, ficamos tão perdidos quanto Thomas, tentando desvendar os segredos por trás daquele estranho lugar. Os garotos que ali vivem, de certa forma, são reservados e não gostam de responder aos questionamentos do novato. Eles possuem gírias próprias e uma maneira estranha de falar. Na clareira, cada um tem uma função, um trabalho a desempenhar. E tudo sai dentro “dos conformes”. Há regras e líderes, Newt e Alby, os garotos que estão há mais tempo na clareira, aos poucos, vão explicando a Thomas como as coisas funcionam naquele local. A clareira onde vivem, a qual é cercada por muros gigantescos que levam até um chamado labirinto. Todos os dias, as portas que levam ao labirinto se abrem, dando a chance aos garotos chamados “corredores” de explorá-lo em busca de uma saída da clareira. Ao anoitecer, as portas que levam ao labirinto se fecham e seres monstruosos, chamados Verdugos, surgem no labirinto impossibilitando a exploração. Ninguém se arrisca a passar uma noite no labirinto, por causa das letais criaturas. E ninguém sobreviveu para contar a experiência.


Cada garoto, cerca de 50, possui uma tarefa designada: cozinhar, plantar, cuidar de animais, limpar, ajudar os feridos, etc. Há também os que tentam desvendar o local onde vivem, principalmente o labirinto, onde eles pensam que pode está a saída. Os exploradores são os chamados corredores, considerados importantes e especiais, pois possuem a habilidade de correr como profissionais. Tarefa que não é para os fracos, pois eles passam o dia inteiro percorrendo, correndo, o labirinto inteiro. Objetivo complicado, pois o labirinto muda a cada noite, dificultando a procura pela saída. Thomas deseja ser um corredor para explorar e obter mais respostas para as suas inúmeras dúvidas. Mas, para chegar a esse nível será complicado.
Todos os meses um garoto é enviado para a clareira pelo elevador. Thomas fora o enviado naquele mês e aos poucos ele conquista a confiança dos “clareanos”. Porém, o elevador surge com uma nova pessoa, fora do tempo habitual. Dessa vez não é um garoto, mas sim uma garota! A primeira garota a surgir na clareira. Com ela, veio um aviso subtendido para os clareanos, tudo pode ser mudado. Então, onde antes havia ordem, virou caos. Thomas tenta a todo custo ser um corredor e seus esforços foram recompensados, tornou-se um deles. Contudo, de forma inusitada e indo contra as regras. Assim, junto com outros, vai em busca das respostas para suas dúvidas. Descobre coisas terríveis e mais interrogações surgem. Thomas sente uma ligação com a garota novata e descobre que ela sabe mais que qualquer um na clareira. Uma das minhas partes preferidas é a noite em que Thomas entra no labirinto para salvar um amigo, forjando as regras.

James Dashner, criou personagens incríveis. Foi amor à primeira vista o que senti pelo Newt e MinhoChuck é um amor de pessoa e alguns outros garotos são muito engraçados. Peguei-me dizendo: “mértila”, “fedelho” e “trolho” várias vezes durante e após a leitura. Senti raiva pelo Gally e fiquei de coração apertado quando eles precisam banir o clareano que cometeu algo terrível. É muito cruel.
Bom, não quero contar mais detalhes, pois não quero estragar a leitura de vocês. James Dashner escreve de uma maneira leve e construtiva. Faz-nos entrar na trama e procurar respostas junto de Thomas. Ele nos traz enigmas geniais e uma história mais complexa que pensávamos. A forma como a trama se desenrola é perfeita. Faz-nos descobrir mais coisas, porém novas dúvidas surgem. Dashner não poupa sofrimento aos nossos amigos clareanos. Ele não tem dó nenhuma. O final foi de partir o coração. Emocionei-me e fiquei ainda mais curiosa para o segundo livro.

Recomendo Maze Runner: Correr ou Morrer, pois é uma distopia fantástica e cheia de enigmas. Para quem gosta de mistérios, vai amar! A trama é rica de todas as maneiras. Nos faz apegar à alguns personagens e a defendê-los a todo custo. Somos submetidos a lições de amizade e confiança. Que devemos seguir nossos instintos e não desistir dos nossos sonhos e objetivos. Dashner é um autor incrível e acredito que tenha pensado e pesquisado bastante para chegar a historia de Maze. Tudo é complexo e o quebra-cabeça se encaixa perfeitamente, deixando algumas peças para juntarmos com a leitura e descobertas dos próximos livros. Com toda certeza a saga entrou para a lista das minhas favoritas.
Não se esqueçam: “C.R.U.E.L. é bom”. Haha😉

Frases
“Se você não está com medo, você não é humano.”
“E se nós fomos trazidos para cá por um motivo?.”
“Se eu tiver que escolher entre ficar preso aqui pelo resto da minha vida ou encarar o que quer que exista lá fora, eu escolho o Labirinto.”
“- Como eu faço para ser um Corredor?
– Você não ouviu o que eu disse? Ninguém quer ser Corredor!”

Deixe um comentário