Autor: FP Trotta
Páginas: 279
Ano: 2015
Editora: Livros Ilimitados
Gênero: Ficção Científica
AdicioneSkoob

Sinopse:
Uma conspiração para controlar o rumo da mais importante expedição espacial da história da humanidade. 3 de Maio de 2031 – No dia de lançamento da aguardada expedição da NASA para explorar a lua de Júpiter, uma das candidatas para habitar vida extraterrestre, a psiquiatra Amanda Collins acorda de um coma após meses batalhando contra uma meningite aguda.Junto com seus pacientes Stryker, Ripley e sua amiga Lina, eles descobrem que fazem parte de um crescente quebra-cabeça envolvendo uma corporação geopolítica underground chamada A Firma, que planeja sabotar a missão, usufruindo de uma nova tecnologia para saquear a nave e destiná-la para um planeta habitável localizado dezessete anos luz da Terra. O quarteto então inicia uma operação para descobrir a verdade por trás da conspiração, mergulhando de cabeça na maior expedição planetária da história da humanidade.
Intergaláctica foi cedido pelo querido autor brasileiro F. P. Trotta, parceiro do blog, e eu não poderia estar mais feliz em resenhar este livro. Primeiro, porque foi o livro da primeira parceria do blog. Segundo, porque é uma ficção científica fantástica que eu estava louca de curiosidade para ler. O livro foi lançado em 2015 aqui no Brasil pela Editora Livros Ilimitados.

Confesso que quando o carteiro bateu em minha porta e eu vi que era esse livro, comecei a correr pela casa e pular de felicidade com minha mãe! Sério! Qual leitor não fica feliz em receber livros? Ainda mais um tão especial?❤
Intergaláctica é narrado em terceira pessoa e nos conta a história de Amanda Collins, uma renomada psiquiatra, que morou com seu pai Oswald (um homem prodígio responsável por diversos experimentos e ideias premiadas) por alguns anos de sua infância até descobrir um segredo do cientista que foi a gota d’água. O livro então dá um salto no tempo, nos apresentando uma Amanda adulta, acordando e se recuperando de um coma severo causado por meningite aguda.
Estamos no ano de 2031 e a Terra está bastante avançada em suas tecnologias. A pergunta incessante é: “Onde estaria a segunda Terra?”. O questionamento sobre se há vida em outros planetas e se não estamos sozinhos martela na cabeça de algumas pessoas na sociedade. Até que finalmente a NASA comunica uma missa espacial para Europa, uma das luas de Júpiter, com o objetivo de buscar vida extraterrestre e desvendar essa dúvida que persegue a humanidade há anos.

Nossa protagonista desperta do coma no dia em que a NASA comunica oficialmente sobre a viagem. Mais precisamente dia 3 de maio de 2031. A psiquiatra não fica parada quando descobre dos planos da NASA e logo começa a procurar mais.
Durante um encontro casual com seus pacientes StrykerRipley e Lina (sua mais nova amiga), Amanda é abordada de forma inusitada e é acusada de algo que não cometeu. Indignada e intrigada, foge com seus amigos e os conta toda a história por trás dos objetivos e busca de poder de seu pai Oswald, que como consequência criou A Firma.
Assim que junta algumas peças do gigante quebra-cabeça, o quarteto de amigos resolve se infiltrar na Firma e acabar com os planos de Oswald que ameaçam toda a humanidade. Como nem tudo são flores e com Oswald possuindo várias cartas na manga, o grupo se vê em uma armadilha perigosa e complexa que dificilmente alguém seria capaz de sair.
No decorrer da trama segredos são revelados, aventuras são iniciadas e cenas de ação nos acompanham por todo o percurso.  O autor vive brincando com a nossa curiosidade. Ele cria um mundo repleto de possibilidades, onde há vida extraterrestre em novos e incríveis planetas, cenários espetaculares e criaturas maravilhosas de tirar o fôlego! As aventuras desafiadas pelos protagonistas são descritas com muita maestria e criatividade.
O autor conseguiu ilustrar todas as expectativas, agressividades e medos de uma população que se acha a mais poderosa e inteligente do universo que não sabe lidar com a mera possibilidade do contrário. E que, se houvesse vida “lá fora”, não seria nada de extraordinário ou maior que nós.

Somos introduzidos há mundos surreais e cheios de possibilidades. Mundos que são superiores principalmente nos valores! Há tanta inteligência envolvida e planos bem elaborados no universo, que me fez ter vergonha de o planeta Terra ser tão evoluído, mais também tão para trás. É um saco imaginar o quanto podíamos ter feito de bom para o mundo, mas a ignorância e egoísmo sempre prevalecem na humanidade.
Os personagens são cativantes e me apeguei muito a Amanda e Lina. Elas possuem ideias e uma linha de raciocínio espetaculares. Nos faz pensar, sentir e questionar junto. Faz-nos acreditar que talvez realmente seja possível ter vida extraterrestre.
Os valores e ideais que nos são apresentados nesse livro, não nos deixa parar de questionar nem por um segundo. Somos submetidos a uma guerra. Há religião e conceitos envolvidos. Tudo que sabemos vai praticamente por água abaixo e temos que criar uma nova linha de pensamento. Juntar o velho ao novo. São tantas coisas, mais tantas coisas criadas pelo autor que dá vontade de socar a cara da humanidade e manda-la acordar. Tipo: “Helloo seres humanos! Use sua inteligência para coisas mais importantes! Não regressem por causa de uma descoberta! Sigam em frente, cacete! Eu sei que a situação está difícil, mas podemos passar por ela e evoluir!”.
O ritmo do livro é frenético. A cada página praticamente jorra conteúdo e sabedoria. Os acontecimentos não param! Preparem-se para muitas reviravoltas, até as últimas páginas. E cada uma de tirar o fôlego! Em um momento você está sentada tomando um cafezinho com os personagens e do nada acontece algo que arranca sua paz.
Em muitos momentos fui surpreendida e fiquei de queixo caído! Às vezes eu pensava: “Para de me esfaquear! Eu já estou caída no chão sangrando há horas!”. Sério! Muitas coisas que aconteceram que me tiraram do sério! E a maioria dos acontecimentos não pode ser previstas. O autor nos dá algo e logo depois a tira. Ou nos deixa matutar a informação e puxa nosso tapete. Ele não tem dó nem com os personagens nem com o leitor. Preparem seus olhos, pois eles vão saltar das órbitas o tempo todo!
O final foi de tirar o fôlego completamente! Foi a reviravolta do século! O livro é cheio de surpresas, mas o final foi excepcional! Eu quis jogar o livro na parede de tanta frustração. Xinguei audivelmente alguns personagens como se eu tivesse na frente deles. Sério! Que livro! Que livro *0* O final faz tudo valer a pena. Porém, dá tristeza por ainda não ter a continuação que só sai em 2016.
Eu imaginava que em 2031 o planeta já estaria ainda mais avançado do que nos foi mostrado. Ok, tem muitas novas tecnologias, mas algumas coisas continuam as mesmas, o que torna tudo mais real. Assim como pensávamos que o mundo estaria outro em 2015. E olha só como estamos haha
Eu amo livros de fantasia que nos levam para outros mundos ou que se passam em novos mundos. Agora imaginem que a “fantasia” é nossa realidade. Isso nós encontramos em Intergaláctica! Porque a história mostra seres humanos comuns, que com inteligência busca as respostas para as perguntas mais simples e complexas. Nos mostra que pode sim existir vida em nosso universo. Planetas novos, inteligentes, incríveis e que nos ensinam muitas lições. Ou seja, que livro MA-RA-VI-LHO-SO!
Em suma, podemos aplaudir e abraçar o FP por ter criado uma história tão fantástica e real. Que nos transmite lições, nos faz pensar, questionar e ter novas ideias. É incrível como um livro, uma história de ficção, possa nos dá tantas emoções e conceitos reais. A leitura flui bem e apesar do começo ser um pouco confuso, no final faz todo sentido e você pensa: “Então toda aquela confusão faz sentido não ter sentido.” Ok, talvez eu tenha confundido a cabeça de vocês com essa frase, mas tentem entender haha
O autor teve uma estreia maravilhosa e merece todo o prestígio. Sua criatividade não tem limites e aposto que seria ainda melhor se fosse uma trilogia para assim, ser muito mais bem explorada do que já é! A escrita é leve e repleta de diálogos bem construídos que completam o enredo e atmosfera do livro. É uma história eletrizante, enigmática e faz o leitor viajar por completo! Não digo isso para puxar saco ou porque o autor é parceiro do blog. Digo por que é verdade. Vocês me entenderão após ler. Super recomendo!

Deixe um comentário