Autora: Li Mendi
Páginas: 188
Ano: 2007
Gênero: Romance
AdicioneSkoob
Li o e-book cedido pela autora, mas que pode ser encontrado gratuitamente no site limendi.com.br ou você pode compra o livro físico em limendi.com.br/comprinhas
Sinopse:
Jeniffer é uma jovem estudante que perde o pai em um acidente de serviço militar. Antes de morrer, este lhe confia aos cuidados do capitão Ruan. O amor que nasce entre os dois é arrebatador e mexe com os corações. Os dois mal percebem que não precisam ir tão longe para serem felizes. Porque o amor pode estar bem ali, no quarto ao lado.
O Amor Está No Quarto ao Lado é um dos vários romances escritos pela autora brasileira Li Mendi, parceira do blog, que além de ser encontrado em seu site, também foi publicado por uma editora!


Preferi ler em e-book, pois já estava em minhas mãos. Se eu pedisse para a autora, ia demorar a chegar e eu estava bastante intrigada pela leitura. Confesso que a sinopse não chamou minha atenção, mas a capa sim. Achei uma gracinha *-* Minhas expectativas foram superadas e com toda certeza comprarei minha versão física do livro! Sério! Terminei de ler o livro na madrugada e logo comecei a escrever esta resenha, pois queria compartilhar com vocês *-*

O livro conta a história de Jeniffer e Ruan, um casal que possui todos os motivos para não terem seus caminhos cruzados, mas o destino não falha em juntar um grande amor.
Jeni é uma garota de 17 anos que está no ensino médio e mora com seu padrasto desde que sua mãe os abandonou. Ela é insegura e se sente perdida, sem rumo. Pois, sem uma presença materna que a guiasse e ajudasse nos momentos difíceis, ficou estagnada. E, segundo Jeni, ela não viveu quase nada nesses seus anos.
Para abalar ainda mais a sua vida, Jeni recebe a terrível notícia que seu padrasto, um militar, havia morrido em um acidente do trabalho. Isso foi um banho de água fria na garota. E agora? Como iria sobreviver sozinha em uma casa que ela teria que bancar, contas para pagar? Jeni teria que se tornar adulta antes do tempo. Com responsabilidades que não caberiam para uma garota tão jovem e desamparada.
Porém nem tudo estava perdido. Pois, antes de morrer, seu padrasto fez um pedido ao Capitão Ruan: que ele cuidasse de sua filha e que a protegesse. Ruan não teve escolha. Aceitou e faria o que pudesse para cumprir a promessa.
O capitão de 32 anos viu sua vida virar de cabeça para baixo! Como iria conseguir criar uma garota que mal conhecia e que lhe foi entregue tão inesperadamente? Porém, Ruan é forte e decidido. Com muita responsabilidade mudou-se para o Rio de Janeiro com Jeni e juntos começaram uma nova vida.
No início foi complicado, mas logo os dois foram se adaptando e consequentemente, já que moravam na mesma casa, começaram a sentir borboletas no estômago. Sentimentos que para um, nunca haviam acontecido e para o outro, que estava mofando em um canto escuro do coração.
O início do casal começou com amizade e aos poucos foi se transformando em algo puro e intenso que poderia destruir as barreiras de qualquer coisa que impedisse que eles ficassem juntos. Amor.
Pode ser estranho inicialmente imaginar o relacionamento de uma garota de 17 anos, com um homem de 32. Mas eles possuem uma empatia tão forte que não dar para não apoiá-los juntos. Ao mesmo tempo em que as personalidades se fundem, também são muito diferentes.
No decorrer da trama vemos o quanto Ruan e Jeni devem lutar contra selvagens que são as opiniões de uma sociedade que não aceita um amor tão incomum entre pessoas tão diferentes. E eles lutam. Pois apesar de tudo que eles enfrentariam, sentiam que o amor que tinham um pelo outro valia a pena.
Logo no primeiro capítulo podemos notar o quanto a escrita da autora é impecável. A Li possui ótimas sacadas e usa exemplos muito reais e que muitas vezes nos passam despercebidos. É maravilhoso ler as filosofias dos personagens, sentir e refletir sobre o que foi dito. Diverti-me muito com os diálogos de Ruan e Jeni.
Os personagens são ótimos e fáceis de apegar. Tantos os principais quanto os secundários. Jenié uma garota insegura, mas forte e madura. Tem os seus momentos de infantilidade, mas as suas outras qualidades se sobressaem. Ela é esperta e surpreende tanto o Ruan quanto nós leitores. Ruan é muito forte (em todos os sentidos da palavra) e é uma pessoa incrível. Gostei muito mais dele do que de Jeni. Ele passou por muitas coisas na vida e conseguiu se reerguer da melhor forma possível. Pelo que pude notar, Ruan parecia muito mais apaixonado por Jeni que o contrário. Eu viajava imaginando-o em seu uniforme militar *-* Tenho queda por homens do exército ou com uniforme do tipo hehe Adorei a Pri, melhor amiga de Jeni. Ela é divertida, companheira e me lembrou de várias amigas minhas. O Ferreira também ganhou meu coração!
Os capítulos são curtos e a história flui bem. São interligados entre os de Ruan e os de Jeni. Simplesmente amei isso! Não há nada melhor que saber o que o casal principal está pesando e fazendo naquele momento. Um capítulo, literalmente, complementa o do outro.
O Amor Está No Quarto ao Lado é uma história moderna e que nos faz identificar muitos pontos com coisas da nossa vida. Que já aconteceram, principalmente. É muito bom ler livros que os personagens possuem a mesma idade que a do leitor. Assim, conseguimos compreender muitas coisas e dúvidas dos personagens.
Por Jeni estar no ensino médio, podemos identificar muitas coisas em que nós já passamos ou vamos passar na adolescência. Como ficar com um garoto, o primeiro beijo, sair com os amigos depois da escola, conversar sobre as coisas em comum durante o intervalo, as emoções com as aulas de educação física, a atenção que buscamos, a explosão dos hormônios, as decepções e aprendizados, dentre outras coisas.
Durante a leitura tive momentos de muitas risadas, agonias, sustos e paixão. Foi muito divertida a leitura desse livro. Senti-me em uma montanha-russa de emoções. Em alguns momentos, revelações e reviravoltas aconteciam e eram de tirar o fôlego! Meu coração queria sair pela boca! É excepcional como a autora conseguiu interligar certas coisas e isso deixa o leitor de queixo caído.
Alguns acontecimentos foram rápidos demais, mas faz todo o sentido. Tantas coisas aconteceram em um livro que eu me assustava com a quantidade de momentos e dias que se passavam para os personagens. Era incrível! Assim, a leitura não ficava cansativa. Ao contrário! Só me fazia querer mais e mais saciar minha cede de Ruan e Jeni.
Um dos pontos marcantes foi a história se passar no Rio de Janeiro. Pois assim, pude conhecer mais o Rio. Alguns locais citados me fizeram viajar até lá e foi como se eu estivesse mesmo na cidade carioca. Com certeza quando tiver oportunidade visitarei os lugares citados.
O final foi surpreendente! Fiquei de cara! Aconteceu tanta coisa, mais tanta coisa com o casal! Mas nada abalava o diamante que era o amor de Jeni e Ruan. Não parecia que foram 188 páginas. Parecia que era muito mais, uma vida!
O livro trata principalmente do amor e sobre coisas simples, porém impactantes que nos acontece, mas são invisíveis aos nossos olhos muitas vezes. Nos mostra que se amarmos de verdade, não há nenhuma barreira que nos separe de quem amamos e que vale a pena lutar pela nossa felicidade. Vejam como exemplo Ruan e Jeni, que possuem idades diferentes e mesmo assim lutam para ficarem juntos. Nos mostra também sobre segundas chances, que vale a pena viver e aproveitar tudo que lhe é concedido.
O Amor Está No Quarto ao Lado é um livro intenso e divertido. Que nos faz relaxar, passar por grandes emoções e aprender muito! A escrita da Li flui muito bem e ela nos conduz com maestria. A criatividade da autora não tem limites e ela nos faz ficar de queixo caído na maioria das vezes. Até cita filmes, músicas e cantores! O que eu adorei *-* Recomendo muito esse livro. Tanto para jovens quanto para adultos. Lembrem-se: não julgue o livro pela capa ou pela sinopse. Você pode se surpreender😉
Frases
“Confiança é um dos valores que mais está perdido no mundo. Exatamente por isso tanto se fala sobre ela. É o tênis de confiança, o carro de confiança, o aspirador de pó de confiança, o biscoito de confiança, o refrigerante… Tudo leva o valor agregado “confiança” pelas campanhas publicitárias. Isso é um reflexo da própria desconfiança na sociedade.”
“Quando a gente ama alguém, quer o bem dessa pessoa acima de tudo. Mas, a força desse sentimento pode elevar o zelo ao exagero e não aceitar que outras solicitem sua atenção. Interessante como a origem da palavra ciúme remete ao “zelo”. Ciúme em latim, zelumem e em grego, zelus.”
“O ciúme, quando nos turva a vista, cria fantasmas, vozes, dois corpos físicos agarrando-se bem ali, no espaço da loucura. Muitas vezes, são só isso: delírios que nunca virão a ser mais que alucinações em nossas mentes.”
“Eu mando 50% na minha vida e as circunstâncias da minha história se encarregam do outros 50%. Pense no seu dia de hoje. Você realmente era capaz de controlar tudo?”
“Até aqueles que te fizeram um mal são capazes de impregnar a sua alma com mudanças.”
“O mais difícil é se soltar da pessoa que gostamos. Ela vai embora com seu corpo, mas a alma está acorrentada a nós. É preciso abrir o cadeado e libertá-la. Caso contrário, não amaremos nunca mais.”
“Não podemos trazer algumas coisas de volta, mas podemos dar espaço para outras.”
“As pessoas mesquinhas não suportam o fato de outra ser feliz de uma maneira diferente do padrão. Isso causa um ruído perturbador na cabeça delas.”

Ficou com vontade? Quem quiser comprar esse livro pode entrar em contato com a autora pelo e-mail li@limendi.com.br (Ela indica por e-mail uma conta pra você depositar na lotérica -super fácil- e depois te manda autografado em seu nome pra sua casa e com marcador!) Ele está com um preço super especial! Aproveitem.
Ela também possui outros títulos. É só conferir em seu site limendi.com.br/comprinhas (Lá você encontra as capas, sinopses e o primeiro capítulo dos livros).
Tá sem grana no momento? Então, aproveite que a autora liberou mais de 13 títulos free em PDF no seu site pra leitura. Acesse limendi.com.br/livros E você também pode ler nos aplicativos Wattpad e Widibook no seu celular ou tablet. Viu que dica legal?

Deixe um comentário